Banner: Como foi a BrazilJS 2015

ūüáßūüá∑ Como foi a BrazilJS 2015

Published at: 24/08/2015

No meu post sobre a Conferência CSS Brasil deste ano falei de cada palestra individualmente. O que havia me chamado a atenção nelas e etc, mas acho que esse formato não seria uma boa para falar da BrazilJS desse ano por alguns motivos: foram dois dias de evento (ou seja o dobro de palestras); o post ficaria extremamente longo e cansativo; quero tentar uma abordagem diferente.

Por isso decidi fazer de uma maneira diferente, vou falar o que achei do evento e das palestras e dividir o post em duas partes, uma para cada dia.

Dia 1

O evento come√ßou com uma palestra do Christian Heilmann falando um pouco sobre o ES6 e em como podemos melhorar o baseline para aplica√ß√Ķes web hoje em dia. A palestra em si foi incr√≠vel e o Chris roubou a cena durante o evento. O cara foi um espet√°culo a parte seja andando pelo evento, na fila do caf√© ou batendo um papo no estande da Microsoft.

Outras palestras legais do dia foram do Felipe Ribeiro falando um pouco do processo de desenvolvimento do Spotify e como eles usam (muito) o JavaScript l√°. E do Reinaldo Ferraz dando uma aula de acessibilidade.

O √ļnico ponto negativo, mas ai √© por culpa das pessoas e n√£o da organiza√ß√£o foi a conversa paralela durante as apresenta√ß√Ķes. O espa√ßo era bem grande, mas os estandes estavam na mesma √°rea do palco, assim isso interferiu bastante em algumas palestras. O bom foi que no segundo dia resolveram isso colocando uma isola√ß√£o ac√ļstica e melhorou bastante.

Dia 2

N√£o tem outra maneira de descrever o segundo dia: FODA.

O dia começou com uma palestra do James Halliday falando sobre logs. E o cara destruiu. Além de falar sobre os logs ainda deu exemplos excelentes. Deu pra sentir a galera toda de boca aberta durante a apresentação! haha

Gostei bastante também da palestra da Ju Gonçalves falando do reduce. Principalmente pq foi algo que comecei a usar mais recentemente, e ele é mesmo fantástico.

Durante a tarde tivemos uma talk do Laurie Voss para falar do passado, presente e futuro do npm. E foi incrível. Aprendi coisas que eu não sabia que era possível fazer e fiquei empolgado com as novidades que estão por vir. Fora a tonelada de brindes que ele levou para distribuir. :)

Na dobradinha uma palestra do Sebastian McKenzie criador do Babel falando do próprio Babel.

A palestra do Fernando Mi√ßalli foi muito boa tamb√©m, falando de Node.js no back-end do Placar UOL para a Copa do Mundo e tamb√©m das elei√ß√Ķes no ano passado.

O Jonathan Sampson falou de TypeScript to JS. Foi bem BACANA. Sério, o português dele é praticamente impecável! hahaha

Depois foi a vez do Juli√°n Duque falar de Node + Robotics. √Č um assunto que eu acho sensacional, e ele mostrou bastante da atua√ß√£o com a comunidade colombiana, e foi incr√≠vel. As demos levaram a galera ao del√≠rio.

Para fechar o evento ninguém mais, ninguém menos que Brendan Eich falando de JS, passado, presente e futuro e de WASM. Incrível!


Mas além das palestras, outro diferencial do evento é a possibilidade de networking com pessoas da comunidade, trocar experiências, criar e cultivas amizades e conhecer mais amantes de JS.

Foi minha primeira vez na BrazilJS, e tenho certeza que estarei de volta de 2016.